Assistência Social, Bem-Estar Social e IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) formam o triplé que sustenta toda a base de planejamento da Secretaria Municipal de Assistência Social de Livramento de Nossa Senhora que oferece serviços sócioassistenciais para pessoas carentes e que necessitam de atenção especial dentro de um amplo planejamento coordenado pela administração Trabalho e Desenvolvimento Social. A SEMAS administra com muita competência e igual eficiência todos os serviços sociais e programas assistenciais desenvolvidos no município, incluindo o Centro de Referência de Assistência Social, unidade pública estatal descentralizada da Política Nacional de Assistência Social (PNAS), do governo federal.

O CRAS atua como a principal porta de entrada do Sistema Único de Assistência Social (Suas), dada sua capilaridade nos territórios e é responsável pela organização e oferta de serviços da Proteção Social Básica nas áreas de vulnerabilidade e risco social. O principal serviço ofertado pelo CRAS é o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), cuja execução é obrigatória e exclusiva. Este consiste em um trabalho de caráter continuado que visa fortalecer a função protetiva das famílias, prevenindo a ruptura de vínculos, promovendo o acesso e usufruto de direitos e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida.

Em Livramento O CRAS funciona nos bairros Benito Gama e no Estocada, sendo que no primeiro a média de atendimento em 2013 ultrapassou a 5.00 mil famílias. Ali, o programa beneficia uma população inserida numa área de alta vulnerabilidade social e econômica, se tornando um centro de referência de proteção a famílias de baixa rfenda.

Outro grande programa social de destaque desenvolvido no município é o Projovem, que tem como meta desenvolver um serviço de convivência e Fortalecimento de Vínculos para Adolescentes e Jovens de 15 a 17 anos que tem como foco o fortalecimento da convivência familiar e comunitária, o retorno dos adolescentes à escola e sua permanência no sistema de ensino. Isso é feito por meio do desenvolvimento de atividades que estimulem a convivência social, a participação cidadã e uma formação geral para o mundo do trabalho. O público-alvo constitui-se, em sua maioria, de jovens cujas famílias são beneficiárias do Bolsa Família, estendendo-se também aos jovens em situação de risco pessoal e social, encaminhados pelos serviços de Proteção Social Especial do Suas ou pelos órgãos do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O Projovem, com sede de funcionamento no bairro Benito Gama, deve também possibilitar o desenvolvimento de habilidades gerais, tais como a capacidade comunicativa e a inclusão digital, de modo a orientar o jovem para a escolha profissional consciente, prevenindo a sua inserção precoce no mercado de trabalho. Ele é gerado pelo Ministério de Desenvolvimento Social (MDS) vinculado ao Programa de Combate a Exploração Sexual e Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (peti).

Outro programa de grande alcance social é o Projeto Sol desenvolvido no Centro de Referência Dr. Waldeck Ornelas, fundado em novembro (29) de 1999. O objetivo do projeto é promover a geração de trabalho, emprego e renda, destinado a fabricação de bolos e doces.